4 erros na contabilidade para dentistas que você deve evitar

Tempo de leitura: 4 minutos

Nada prejudica mais um consultório odontológico do que ter problemas de fluxo de caixa. Erros de contabilidade simples podem causar um efeito de bola de neve que resulta em graves problemas financeiros.

A contabilidade para dentistas requer uma compreensão da prática em relação à contabilidade. Pensando nisso, aqui estão os quatro principais erros comuns de contabilidade feitos pelos consultórios odontológicos e o impacto dispendioso que esses erros podem causar para que você também não os cometa!

 1. Não entender a diferença entre fluxo de caixa e lucro

A maioria dos dentistas e seus contadores tradicionais não sabem ler e entender os relatórios financeiros. Quando o dentista solicita os números para um período específico do contador, é um erro comum que ele lhe forneça os números de lucro do consultório.

O dentista, sem saber, pensa que este é o dinheiro disponível. O problema deste erro na contabilidade para dentistas é que o valor do lucro não representa o dinheiro disponível para compras. Como resultado, o dentista faz gastos e incorre em taxas de cheque especial e taxas adicionais.

O lucro é o resultado da receita menos as despesas por um certo período de tempo e é calculado após a conclusão de uma demonstração de ganhos e perdas. Já o fluxo de caixa é o dinheiro entrando e saindo do negócio desde o início até o final de cada mês e é calculado após fatorizar as contas a receber, o inventário e as despesas de depreciação.

2. Registrar acidentalmente transações em um período anterior

O consultório deve “fechar os livros” mensalmente. Essa atividade inclui conciliar as diferentes contas, preparar as demonstrações financeiras e muito mais na contabilidade para dentistas. Depois que os livros foram fechados para o período, novas transações não devem ser inseridas e mudanças não devem ser feitas para esse período fechado.

Um erro comum e dispendioso é inserir acidentalmente transações de um período anterior, o que resulta em ajustes de saldo que não correspondem ao saldo bancário ou aos relatórios financeiros. Se esse erro passar despercebido, todos os relatórios futuros, documentos fiscais e números de caixa estarão incorretos. Isso pode resultar em duplicação de custos para reparar as finanças, falsas declarações de caixa ou multas severas do IR.

3. Não usar um gráfico padrão da indústria

O plano de contas é usado para rastrear como o dinheiro é gasto ou recebido e para preparar os relatórios financeiros do consultório. Ao estabelecer um sistema de contabilidade, as contas especiais devem ser configuradas e monitoradas de acordo com os padrões da indústria dentária.

Um erro comum cometido é usar um quadro geral de contas, ou ter um contabilista inexperiente nas minúcias da contabilidade para dentistas. O resultado desse erro é que quando os relatórios financeiros estão preparados, eles não fornecerão ao dentista a visão necessária para agilizar e desenvolver a prática efetivamente.

4. Não trabalhar com um profissional experiente em contabilidade para dentistas

Trabalhar com um contador especializado em contabilidade para dentistas assegurará uma visão precisa das condições financeiras da prática em todos os momentos. Isso garante que as demonstrações financeiras do consultório sejam preparadas de acordo com os padrões e leis tributárias do mercado odontológico.

Fazê-lo sozinho ou contratar um contador tradicional inexperiente pode resultar em erros caros. Os dentistas notarão esses erros quando receberem uma alta taxa de imposto, ter gastos extras devido à falta de controles internos, se deparar com uma reconciliação bancária incorreta, ou qualquer outro problema que faça o consultório passar de um negócio lucrativo ao fracasso.

A gestão financeira sólida começa com a compreensão das habilidades de contabilidade para dentistas únicas necessárias para efetivamente operar uma clínica odontológica. Um contador experiente pode ajudar a rastrear corretamente as deduções de impostos dentários, economizar tempo, economizar dinheiro, implementar um sistema de operação eficaz e fornecer o dentista com paz de dinheiro.

Por isso, conheça agora mesmo a contabilidade online e veja porque ela é a solução certa para seu consultório odontológico!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *